EXERCÍCIOS FÍSICOS – ANTES TARDE DO QUE NUNCA!

Postado em 19/09/2016

Vamos falar sobre os exercícios físicos adequados para manter a saúde em dia e trazer diversos benefícios.

Tenho lido muitos textos científicos que mostram a eficácia e múltiplos benefícios não só para o corpo, mas também para a mente.

Esse conceito funciona inclusive na fase madura, mesmo num contexto pós sedentário.

 

QUESTÃO DE SAÚDE

Normalmente, a partir dos 45 anos, por uma questão de saúde, há uma tendência maior na busca por exercícios físicos visando:

 

  • melhorar a resistência
  • auxiliar a capacidade cardiovascular
  • diminuir os riscos de lesões (que ficam mais evidentes com o passar dos anos)

 

É na idade madura que algumas restrições aparecem por conta até de anos de sedentarismo, mas eu garanto que nunca é tarde para iniciar exercícios físicos, o que você precisa ter em mente, é que existem boas razões para se entregar de cabeça aos treinos.

Exercícios aeróbicos por exemplo, ajudam seu coração a trabalhar melhor e a ganhar resistência. Comece aos poucos e vá dando espaço para a progressão.

É sabido que os ossos já não são os mesmos e a energia também está em declínio, por essa razão, é muito importante encontrar na prática dos exercícios físicos uma qualidade de vida ainda mais urgente.

Normalmente pessoas na idade madura optam por exercícios de baixo impacto, como caminhadas, alongamento, hidroginástica, mas nada impede:

 

  • de fortalecer os músculos através da musculação
  • com cargas mais leves
  • menos repetições (até que seu corpo se acostume com esse ritmo)

 

No geral, qualquer tipo de atividade vai te fazer bem, o que não dá é ficar acomodado esperando as doenças chegarem.

Um dos principais problemas de saúde na idade madura é justamente a falta de equilíbrio corporal até pela fraqueza muscular, acarretando quedas e inúmeras alterações.

Músculos fortes, equilíbrio e saúde em dia, são fatores de extrema importância.

 

REGULARIDADE NOS EXERCÍCIOS FÍSICOS 

 

  • fortalecimento muscular
  • manutenção do peso (vale lembrar como a obesidade é prejudicial em qualquer idade)
  • atenuar riscos de doenças cardiovasculares
  • diminuir a pressão arterial
  • melhorar a respiração e a postura
  • combater a depressão

 

Outra questão importante é como o cérebro trabalha melhor quando uma pessoa se exercita e na idade madura, é um fator primordial para o bom desempenho e capacidade de envelhecer bem.

Mas não dá para ficar só no alongamento, tem que fazer mais:

 

  • aumentar as atividades sempre!
  • ter acompanhamento adequado
  • encarar como um desafio diário com o próprio corpo

 

O primeiro passo só depende de você, procure um médico para avaliar sua saúde como um todo e um profissional na área de Educação Física para montar um plano de treinos especialmente integrado a sua realidade física.

Mesmo iniciando tardiamente uma atividade física, você estará apto a desenvolver a tão sonhada longevidade e qualidade de vida.

André RibeiroPersonal Trainer e Avaliador FísicoCREF 100463-G/SPandreribeiro@suplementos.fit

Curta!

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar