OVERTRAINING – GUIA PRÁTICO

Postado em 23/03/2017

Overtraining e sintomas! Tudo o que você precisa saber!

Hoje vamos falar sobre qual o limite que o corpo aguenta em relação ao volume de treino.

Se você entra num ritmo de treino intensivo aliado ao fato de ter uma má alimentação, é quase certo que chegue no que é chamado de overtraining.

Overtraining é o nome dado para treinos intensos sem um período adequado de recuperação.

Tem também muita influência na frequência exigida, já que é muito importante que os grupos musculares sejam treinados de forma intercalada durante a semana, para que eles tenham total recuperação.

 

overtraining e sintomas

 

O overtraining ocorre normalmente num treino intensivo com duração de muito tempo e feito de forma errônea como uma sessão fortíssima a cada 3 meses e sem o descanso adequado, por exemplo.

É claro que o overtraining não vai bater em você de repente! Ele é o resultado de várias sessões abusivas de treino contra você mesmo.

Não dá para treinar até a exaustão achando que irá conseguir um resultado mais rápido, pelo contrário, é necessário que você dê um tempo de descanso para seus músculos, inclusive para que isso não afete seu desempenho.

Outro fator que também pode desencadear o mau rendimento em um treino, é a alimentação. Você precisa seguir uma dieta equilibrada e rica em carboidratos e proteínas para evitar a fadiga para manter um bom desempenho muscular.

 

OVERTRAINING E SINTOMAS

 

Você já notou uma dor muscular intensa logo depois de um treino?

A sobrecarga nos músculos pode mostrar um grande desconforto e aí será o momento certo para você entender que seu corpo precisa de descanso, para dar tempo do músculo se recuperar.

É muito importante você notar os sinais que seu corpo dá, para evitar um grande colapso e ser incapaz de seguir em frente.

 

 

overtraining e sintomas

 

O overtraining não é um cansaço qualquer, ele se torna crônico e você se vê diante de uma fadiga que não acaba nunca, fica fraco e lento e será necessário que pare de vez com seus treinos até que seu corpo se recupere por completo.

Parar vai ajudar a evitar lesões articulares e fraturas por estresse, sendo que muitas pessoas levam meses para conseguir voltar a rotina normal de treino.

Existem alguns sintomas que apontam para o overtraining e que você deve levar em consideração como:

 

  • perda de apetite
  • insônia
  • falta de interesse pelo treino
  • perda de massa muscular
  • sistema imunológico enfraquecido
  • demora na recuperação pós-treino
  • dor muscular e/ou nas articulações de forma crônica
  • depressão
  • fadiga crônica

 

Importante salientar, que se existe uma sensação de mal estar que faz você sentir uma rigidez e dor, é de extrema urgência que você pare e descanse para evitar inclusive, um colapso nervoso que vai muito além de um cansaço habitual.

 

OVERTRAINING E SINTOMAS – COMO TRATAR

 

Reduza ou interrompa o treino, coma mais proteína para ajudar na reconstrução de músculos, faça sessões de massagem desportiva, mantenha-se hidratado e descanse o quanto for possível.

 

overtraining e sintomas

 

Em resumo, basta traduzir a palavra overtraining em inglês para o português ao pé da letra e entender que é o excesso de treinamento e quando você vai além do seu limite, é hora de rever sua rotina.

Ouvir e respeitar o seu corpo é o primeiro passo para um treino sadio, eficaz e com um ótimo desempenho. Você é humano e não uma máquina, trate seu corpo de forma eficiente, porém consciente e nunca ignore os sinais que ele dá.

 

Vitor BentoPersonal TrainerCREF 084765-G/SPvitorbento@suplementos.fit

 

Leia também: DIFERENÇA ENTRE EXERCÍCIOS ANAERÓBICOS E AERÓBICOS, HIIT, CROSSFIT DE UM JEITO QUE VOCÊ NUNCA VIU e  O SEGREDO PARA A HIPERTROFIA MUSCULAR.

Curta!

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar